Retenção de talentos: importância e estratégias para colocar em prática

Você está conseguindo manter ou está perdendo os seus melhores colaboradores para os concorrentes? Aprenda sobre retenção de talentos

Essa pergunta é o primeiro passo para conseguir estruturar ações de desenvolvimento e recuperação no contexto atual. Muitas empresas estão preocupadas apenas com a redução de custo para sobreviver. Entretanto, as demissões em massa podem gerar prejuízos enormes na produção do negócio.

Sim, você já parou para pensar como vai conseguir vender, produzir, administrar e atender os seus clientes com qualidade? Para isso as empresas precisarão contar com os melhores profissionais, aqueles que geralmente apresentam desempenho ou dedicação acima da média.

Por isso, antes de demitir a sua equipe ou de permitir que eles peçam demissão, recomendamos que você e os gestores do negócio conheçam cada um dos profissionais para saber quem é peça chave nos departamentos.

Quer saber mais? Continue a leitura para descobrir o que é e como colocar em prática essa estratégia.

O que é retenção de talentos?

Chamamos de retenção de talentos um amplo conjunto de ações, estratégias e até mesmo políticas adotadas pelas empresas para conseguir manter os melhores colaboradores dentro da organização.

Ao contrário do que muitos ainda pensam, a retenção de talentos não está relacionada apenas com altos salários. Sabemos que atualmente, com a entrada das novas gerações no mercado, o salário não é mais o único fator motivador ou de retenção.

Os profissionais buscam cada vez mais por valorização e reconhecimento, oportunidades de crescimento, autonomia, respeito ou até mesmo ambientes inclusivos que possuem propósitos similares ao do próprio profissional.

Quando trazemos a retenção de talentos para o contexto atual, podemos citar algumas ações que estão aproximando ainda mais algumas empresas de seus colaboradores, mesmo com o trabalho remoto:

  • Preocupação genuína do RH e dos líderes com o colaborador e sua família;
  • Tomadas de decisão em conjunto, onde todos podem dar sugestões para a empresa superar as dificuldades;
  • Esforços coletivos de redução de jornada e salário para evitar demissões;
  • Implementação do trabalho remoto para proteger a saúde do colaborador;
  • Comunicação humanizada e ativa entre RH, líderes e equipes;
  • Indicação de cursos gratuitos que podem ajudar no desenvolvimento do profissional conforme suas necessidades.

Ou seja, a retenção vai muito além de recursos financeiros. Ela engloba pequenos gestos de humanização, preocupação, colaboratividade, elogios e incentivos. Quanto mais um profissional se sentir respeitado, motivado e seguro, maiores as chances dele continuar trabalhando na empresa com empenho.

Dicas para iniciar a implementação

Separamos duas dicas fáceis de serem colocadas em prática e que podem te ajudar ainda hoje a iniciar a implementação da retenção de talentos:

1) Converse com as equipes

Pesquisas de satisfação ou conversas humanizadas até mesmo durante um feedback ajudam a identificar as necessidades dos profissionais. O que a sua equipe precisa? O que eles sentem falta? Como você pode melhorar esses aspectos dentro do negócio? É viável?

Em alguns casos, pequenas mudanças fazem toda a diferença e aumentam significativamente o engajamento das pessoas. Além disso, são nessas interações que os gestores começarão a identificar os profissionais que apresentam ideias inovadoras ou diferenciadas para promover o desenvolvimento da empresa.

2) Conheça os colaboradores

Você sabia que os talentos do negócio podem estar mais perto do que você imagina? Por isso, é tão importante aplicar testes e avaliações que fornecerão dados a respeito de cada colaborador.

Ter métricas para compreender a performance e o perfil comportamental de cada um é peça chave para montar uma estratégia de retenção assertiva. Afinal, você precisa conhecer cada um para saber quem faz a diferença nos resultados ou até mesmo no faturamento do negócio.

Para isso, você pode clicar aqui para solicitar a sua demonstração gratuita do nosso teste DISC. Ele fornecerá gráficos importantes para a equipe de RH compreender o perfil comportamental de cada um. Esses dados permitem a estruturação de planos de desenvolvimento, planos de carreira, mapas de sucessão e muito mais.

Você também pode participar dos nossos treinamentos online para tirar dúvidas e conversar com um especialista:

Posts Relacionados

Leave a Comment

Fale com a gente

(21) 2253-9312
(21) 3747-1799
contato@idealdisc.com.br
Rua da Quitanda, 86, 2º andar. Centro – Rio de Janeiro - RJ CEP: 20091-005